Boom.

Margarete era uma executiva com um cargo de respeito em São Paulo, uma casa grande e bonita no interior e um marido com uma amante. Sempre que ela viajava, o marido ficava sozinho. Até a amante chegar pra passar o fim de semana. E finge que tá tudo bem.

Mas na verdade, Margarete sabia do que se passava em casa. Por isso, numa madrugada, ela voltou antes e se infiltrou, feito um rato, na própria casa, jurando vingança. Ligou o gás, esperou se espalhar bem e decidiu mandar os dois pelos ares. Ligou o fósforo, jogou e saiu correndo. Houve uma explosão, reduzindo a casa inteira a pedaços.

Margarete explodiu junto e o marido estava na casa da amante.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s